Página inicial > M > Marcelo Junckes > O Segredo do Lago

O Segredo do Lago

Marcelo Junckes


É o suor do suicida arrependido
Pego pelo abrir dos olhos ao sentir
Que o mais simples é o que faz da vida
Vida de amores passageiros, insolúveis, imortais.

Eu vou ensaiar as palavras pra dizer que sou o espelho
De uma tempestade imprevisível
Que atira sobre o caos a solução

Não foge o fraco
Forte é o aço das carnes amantes
Buscando por tempos incertos
Rumo até o impossível

Meu levantar sem graça
Me abraça uma tristeza
Quando estás além do ouvir
Nas tuas preces imploras pra que eu viva
Pra que eu seja teu
Eterno ex-amor

Vozes soam fartas
Por descuido perco a parte
Que me falta pra entender
Que o abismo é alívio dos que acham
Que o tempo trás o afago vem me ver
Vem temperar o amargo que ficou

Pois fraca é a razão
E forte é o aço das carnes amantes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marcelo Junckes no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS