O bom Samaritano

Mara Bilheiro


Ele estava ali deitado e ferido a beira do caminho
E todos passavam de largo nĂŁo se importavam
Com aquela situação, refém do silencio só gemidos
De seus låbios saíam, para resgatå-lo ninguém aparecia
Porque nĂŁo viam nele nenhum valor
Passou o sacerdote de largo também passou o levita
Com indiferença irmão acredite
tem momentos que ninguém
Se importa com sua dor
"Mas apareceu o bom samaritano pra mudar a histĂłria
Resgatou o homem e pagou o preço passou azeite
Nas feridas e depois foi embora
Prometeu voltar e pagar o preço do amor
Pois o bom samaritano sabe que uma alma
Tem muito valor. "

E ele viu um tesouro escondido em vaso de barro
DestruĂ­do e ferido e no chĂŁo prostrado
Curou suas feridas e lhe deu a mĂŁo, o levantou do chĂŁo
Ele viu alĂ©m da aparĂȘncia o que ninguĂ©m mais vĂȘ
Uma alma preciosa dentro de um ser
O bom samaritano tambĂ©m vai olhar vocĂȘ

Quando ele olha as feridas sĂŁo curadas
Quando ele toca o azeite tira a dor
Quando ele olha
nĂŁo importa quem Passou por ti
quando ele toca ele mostra seu valor

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Mara Bilheiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS