Página inicial > Velha Guarda > M > Manuel Freire > Livre (não Há Machado Que Corte)

Livre (não Há Machado Que Corte)

Manuel Freire


(Não há machado que corte
a raíz ao pensamento) [bis]
(não há morte para o vento
não há morte) [bis]

Se ao morrer o coração
morresse a luz que lhe é querida
sem razão seria a vida
sem razão

Nada apaga a luz que vive
num amor num pensamento
porque é livre como o vento
porque é livre

Compositor: Carlos De Oliveira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Manuel Freire no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS