Página inicial > Rap > M > ManoPexe > Espaço ao Léo

Espaço ao Léo

ManoPexe


Quantas vezes me peguei observando o céu
Compartilhando com as estrelas meu espaço ao léu
Desde cedo enfrentando os maiores desfeitos
Mas a vontade de ser alguém sempre bateu peito

Quando falo em ser alguém, não digo o mais notado
Não quero camisa 10, nem ser o mais respeitado
Apenas cumpro meu dever pois vejo o mundo ao redor
Morrendo aos poucos pelos mãos de quem se julga o melhor

Aqui se colhe o que se planta, não reclama e agradece
Plantasse o que quisesse, agora colhe o que merece
Difícil não é encontrar, aquilo que procura
Difícil é se encontrar sem se entregar a essa loucura

Que no suspiro entre o inferno e o paraíso
Resposta não é a que tu gosta, mas talvez seja preciso
Cedo ou tarde a vida é só uma passagem
Você escreve seu roteiro, e o destino da viajem

A tempos perdeu-se o valor da palavra de um homem
Com a caneta e o papel na mão os valores somem
Dignidade fraquejando a cada século passado
E a distinção se ofuscando quanto ao certo e o errado

Problema acumulando diante da solução
Ninguém é mais que ninguém, nem furar a fila então
Destaque a sua senha e aguarde deitado
Porque o fardo é mais pesado pra quem não tá acostumado, a esperar

Dentro de si, em busca de uma resposta
Pra poder ganhar dinheiro apostando no que se gosta
Mas da de cara com um sistema implacável
Que se anima no controle e abomina o invulnerável

Que o fracasso não implica em desistência
Nenhum tempo é perdido se aplica na experiência
Mesmo que erre, a nova chance é provável
E que se ferre, não espere se o momento é favorável

Direcione sua energia e continue seguindo
Sem rumo cedo ou tarde, acabará colidindo
Com o medo e a vergonha que vão te trazer o trauma
Da cortina se fechar, sem receber salva de palma

Letra enviada por ManoPexe

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a ManoPexe no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS