• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Só trago retalhos de uma colcha exposta que eu nem sei
    Com qual dor começa com que cor termina o frio
    Lembrei, estampa colorida daquele teu vestido anil
    Trama de tecidos com as cores que fecham abril

    Por baixo de panos se desenham traços que eu provei
    Dispensei atalhos pra achar as respostas pro seu desdém
    Que abriu feridas mesmo num coração viril
    Segui tuas pistas mas tua costura só me confundiu

    Rezei, pra ser mais forte sim
    Andei, tentei fugir de mim
    Me achei, nos olhos de quem não
    Nos olhos de quem não quis me ter

    Letra enviada por Fernando Gato Maneva
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Maneva

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.