S.n.c

Maldita


Escárnio, blasfêmia, reluzente e antidepressivos
Eu me comporto como um animal
Macho alfa, fêmea castrada
Relacionamento de poucas palavras.


Corpos se contorcem e caiem no chão
Meus tentáculos lançam no ar
O estilo da mulher e como o do lobo e o da cadela
Não cessam de pensar em procriar.



O corpo humano é dotado de um sistema
nervoso-periférico-central
Com um cérebro sofisticado capaz de pensar alem de
qualquer outro organismo vivo.
Também são aqueles que sofrem o existencialismo,
praticam o lesbianismo
E se entregam nas noites de desilusões.

Sistema nervoso central
Seleção natural da espécie
Não existe errado ou certo
Seleção natural da espécie.

Seja bem vindo ao inconsciente humano
Aonde angustia erotismo e paranóia se dissolvem
Imagens jorram jatos de porra hemorrágica em
fantasias
Ainda em construção.
Entrar em contato com a sua natureza animal
É ser um animal livre
E assim permanecer acordado, incrédulo, insólito,
obtuso,
Negligente a qualquer tipo de instituição

Compositor: Erich Mariani

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Maldita no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS