Página inicial > Rap > M > M.p. Michael Puga > Agora é a nossa vez

Agora é a nossa vez

M.p. Michael Puga


Chega, tá na hora de soltar a voz
Metade do Brasil olhando pra nós
O Rap é potente, ritmo envolvente
Mas infelizmente mc's tão a sós
Pensando no após
Esquecendo o passado
Dizendo a rua é nóiz
Nesse chão acimentado
Se tá pavimentado, é que nos anos
Que passaram, algum revolucionário
Mandou o seu recado
Meia dúzia de gato pingado
tô lutando, buscando a raiz
Copiando o estilo largado
Portanto atuado cadê cicatriz
Ser feliz vai além do tênis
Que eu piso, ou ouvir um bom Rap
Vai além de buscar seguidores
É mostrar seu valor para
Aqueles que o segue
Sei que você consegue
Cumpade, não negue que tu quer lutar
Vagabundo julgava e desacreditava
Mas eu perdoava e hoje sou prova que dá
Lute, não abandone a da navalha
Nego só tá esperando que tu jogue a toalha
O bonde dos canalha, são tudo fogo de palha
Então prove a resistência, e corrija a sua falha
Se escorre pela calha, aqui
Mas o moleque morreu neguim
Se o sangue tem tanto valor, e desperta
O amor, tô disposto a dar o meu

Gigantes pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez
Gigante pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez

Chega de desculpa esfarrapada
Pra mim isso é piada
Ou luta ou não luta por nada
Neguim na arquibancada olhando tua batalha
Tu é gladiador, guerreiro, sofredor
Acostumado com a dor, sabe que tem valor
Se é destruidor, vai, destrói a muralha
Nós chegamos de solada aqui
Duvidaram que a gente Mc
Então fala o que quiser
Que eu enfrento com a minha fé
Uma hora alguém tem que desistir
Não curtiram nossos facebook's
Divulgamos cada trampo sem truques
Nós só temos um talento
Um pouquinho de tempo
E alguns plug no frutlux
Agora é nossa vez
Mas não significa que acabou o espaço de vocês
A cada três que desiste, um bravo resiste
E faz a playlist da vez
Chama os maluco de nova Friburgo
E deixa no mudo cada vagabundo
Quebrando a banca, que quebrava tudo
Só por nome, estúdio, talento absurdo
Fácil de se imaginar
Mais só que difícil de se alcançar
Muitos querem glória na sua trajetória
Mas só que eu não vejo ninguém se doar
Mudamos a história se quisermos mudar
Basta a gente despertar, e é nos vem

Gigante pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez
Gigante pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez

Eu quero mais, que o mundo me apresenta
Que o titulo do penta, eu quero acelerar os marcha lenta
Eu quero mais, que aquele que só tenta
Chegar até os 80
Mas quando a guerra vem ele se ausenta
Eu prego a paz, em cada rap que sai da minha boca
Pra cada moleque que é vida loka
Pros menor de toca nos sinais vamos atrás
De cada sonho que não é concreto
Com dedicação ao meu sucesso
tô perto de algo que satisfaz
Então rapaz, te digo que uma coisa é certa
Ter mais do que eu tenho não é ambição, é meta
Vai
Quanto tempo falta pra sua vida acabar
E quanto tempo você gasta para a eternizar
Minuto passa, não desfaça
Porque passa, eu lutei pelo meu sonho
Eu fui a caça e voltei pra poder te encontrar
Quando luta pra poder te ocultar
Vagabundo te insulta, se ainda vou te falar
Nós temos que opinar, ir pra guerra ou arregar
Pros meninos na disputa, e cada alma
Que escuta vai lembrar... Vai

Gigante pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez
Gigante pra enfrentar, leões pra despertar
Agora é nossa vez
E o mundo vai lembrar de tudo o que a gente fez

Compositor: Michael Puga

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a M.p. Michael Puga no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS