De Repente

Lulu Santos

Normal


De repente a gente sente
Que já não sente o que já sentiu
De repente, naturalmente
O que era novo envelheceu de novo


De repente não há mais saco
Pra tanto papo que já se ouviu
De repente a moda muda
O mundo roda e você mudou mais uma vez


Não há nada a perder
Não há nada a ganhar
A não ser o prazer de ser o mesmo
Mas mudar
Não há nada só bom
Nem ninguém é só mau
Se o início e o final de nós todos é um só
Eu digo só


De repente a gente saca
Que só não passa o que já passou
Sem vergonha e sem orgulho
Nós somos feitos do mesmo pó
Mais uma vez


Não há nada a perder
Não há nada a ganhar
A não ser o prazer de ser o mesmo
Mas mudar
Não há nada só bom
Nem ninguém é só mau
Se o início e o final de nós todos é um só
Eu digo só


(fonte: site oficial)

Compositor: Lulu Santos E Nelson Motta

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Lulu Santos no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS