• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    mais rápido que um pássaro em chamas
    capaz de preencher grandes orifícios
    sem fazer o menor esforço
    apresentando pela 1¹ vez, em estréia internacional
    assaltaram a gramática
    nova fórmula, novo sabor, vitaminado, vai!!!


    assaltaram a gramática
    assassinaram a lógica
    botaram poesia
    na bagunça do dia-a-dia


    sequestraram a fonética
    violentaram a métrica
    botaram poesia
    no meio da boca'língua


    ooh, ooh só não pode beber com a boca no gargalo
    não perca o show do intervalo


    lá vem o poeta
    com sua coroa de louros, bertalha, agrião, pimentão, boldo
    o poeta é a pimenta do planeta


    dentro de instantes
    os melhores lances do 1¹ tempo
    não perca os piores momentos


    assaltaram a gramática
    assassinaram a lógica
    botaram poesia
    na bagunça do dia-a-dia


    sequestraram a fonética
    violentaram a métrica
    meteram poesia
    onde devia e onde não devia


    lá vem o poeta
    com sua coroa de louro, bertalha, pimentão, agrião, boldo
    o poeta é a pimenta do planeta


    estupraram a gramática
    senhora datilógrafa anota aí na máquina
    zagalo vai mudar de tática
    e no intervalo eu quero ver a matemática
    dessa pelada
    violentaram o 1¹ tempo
    sequestraram meus melhores momentos
    expulsaram a lógica, chutaram a fonética
    eu vou de arquibancada ou de cadeira (elétrica)
    ô frangueiro, bate logo o tiro de métrica
    eu entro de carrinho e faço um gol de bicicleta
    (ergométrica). o poeta é a pimenta do planeta
    passa essa bola que eu vô meter de letra
    eu entro de carrinho e faço um gol de bicicleta
    (ergométrica). o poeta é a pimenta do planeta
    passa essa bola que eu vô meter de letra
    (na bagunça do dia-a-dia)
    eu entro em cena
    tô na área! se derrubar é pena! pena! pena!
    penalidade máxima!!!
    se me derrubar! se me derrubar!
    eu tô na área, o juíz tem que apitar


    lá vem o poeta, o poeta já vem lá
    lá vem pimenta, a pimenta já vem lá
    pimenta-malagueta pra me alimentar
    pimenta-malagueta pro planeta balançar


    assaltaram a gramática
    assassinaram a lógica
    meteram poesia
    na bagunça do dia-a-dia


    se me derrubar, se me derrubar
    eu tô na área, o juiz tem que apitar, juiz


    sequestraram a fonética
    violentaram a métrica
    meteram poesia
    no meio da boca'língua


    lá vem o poeta
    com sua coroa de louros, bertalha, pimentão, agrião, boldo
    o poeta é a pimenta do planeta


    (fonte: site oficial)

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Lulu Santos

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.