Página inicial > Hip Hop > L > Luiz, o Visitante > Futuro ex-Pobre

Futuro ex-Pobre

Luiz, o Visitante

O Novo Nostradamus


[Verso - Luiz]
Luiz filho de Ustra, futuro ex-pobre
Mas meu rap é rico, é nobre, é seu Doi-Codi
Improviso linhas que rimam a minha vida
Mas a minha vida não é feita de improviso
Engole o riso! Até mais tarde, tô estudo meus passos
Se meu coração é falho, componho sem marca-passo
Sem limite, sem dosagem, apenas espalho
Luiz o espalha rimas, onde quem espalha o lixo é você!
E ninguém faz pela cultura, faz pela fama
A maioria dos sites de rap só divulga pela grana
Sem panela e anuncio pago; tô chegando, corra!
Esse ano lírico tá tipo Sodoma e Gomorra
última atração do show, bro', vai ser comigo
Quando eu tiver no palco, não queira ser inimigo
Eu soube da entidade e o capeta. É reteté, não ratatá!
Eu vou exorcizar a cena cá minha letra!

[Ponte - Luiz]
''Um nordestino e um angolano
(Yeyeyeye, Vstt!) Sem vitimismo!
Um salve pro Sérgio Beatz (Salvê!)
Valeu por todo suporte! ''

[Refrão - Luiz]
Hoje faço inimigos
Amanhã também dinheiro
O motivo do segundo
Vai ser culpa do primeiro
(2x) Ponho os dois no bolso
Eles vão me por no topo

[Verso - Troglobio]
Não me fala pobreza tu nem sabes o que é essa cena
Fui eu que fiz a segunda classe, tarefas a luz de vela
Então não julgues, bro'! Se eu dizer que a massa tá pouca
Rimo tanto, não é justo eu fazer massa com a boca?
Até Bófia me prender, pensar que a massa é da coca
Por isso meto alma nos beats, se for for possível o corpo
O melhor dessa geração, vais dizer nem pouco?
Mesmo nível do Em*cida, nêgo diz que eu tô louco
Me dá a mesma promoção, bro', me encontra no topo
Celebrity Michael Jackson, Príncipe e o Pop
6 anos cá no Brasil, estou fazer o meu nome
Negos morrem de inveja, está a dizer que não pode
Que o meu rap é comédia, tu nem sabes o que é fome
Vai pra África e volta e me diz o que é que é ser homem!
Por isso gajo nem liga, nem o celular eu atendo
Sou um atentado nas bases. Bro' avisa o teu reino
Troglobio e o Visitante na mesma faixa é veneno
Disparamos só fatos, então me encontrem de terno
O trabalho tá hard, era suposto estar num castelo
A contar os meus reais sem nenhum pesadelo
Uma coroa na cabeça, King do movimento
Faço tanto por aqui, cadê o reconhecimento?

[Ponte - Troglobio]
''Preferem dar atenção a rappers
Que nem rimam nem um porcento
Nós já estamos a cem
Os Mc's aqui ainda estão lento''

[Verso - Troglobio]
Me encontrem tão avançado, tipo século 22
Não entendem o que eu rimo? Vão pro Google Tradutor!
Considerem aula dada pra todos Mc's
Angolano de Raiz! Falsificado é o Am*ri... (Bitch!)

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Luiz, o Visitante no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS