Fermín (tradução)

Luis Alberto Spinetta


Fermin


Mãos Fermín

virar e ele também

mais torção e vira


Pobre Fermin

quer ser feliz

mais torção e vira


hospício vai dar

água, sol e pão

loja e um pássaro seu nome


O hospice deve morrer. E ante

silenciosa

o pássaro virá do mar

Nós levá-lo para o mar


Hoje o seu sonho de Fermin

gosto de serragem

torcer e virar


Hoje o sol tristeza

quer ser real

acredite ou não


hospício vai dar

água, sol e pão

e uma loja de pássaros

seu nome


hospício dirá

prestes a morrer

noite ele içou o seu fim

vazar


E esta ave vai demorar


Fermin foi para a vida, não sei quando ele virá

Fermín


Las manos de Fermín

giran y él también,

gira y da más vueltas.


Pobrecito Fermín

quiere ser feliz

gira y da más vueltas.


En el hospicio le darán

agua, sol y pan

y un ave que guarde su nombre.


En el hospicio ha de morir

y antes de callar

el ave vendrá desde el mar.

Lo llevará hasta la mar.


Hoy tus sueños Fermín

saben a aserrín

giran y dan vueltas


Hoy tu tristeza al sol

quiere ser real

aunque no lo creas


En el hospicio le darán

agua, sol y pan

y un ave que guarde

su nombre


En el hospicio le dirán

pronto ha de morir

la noche izará su final

de gotera,


Y el ave aquel, lo llevará


Fermín se fue a la vida, no sé cuando vendrá. .

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS