Manuscrito

Luana Camarah


A vida é assim não tem explicação
Mesmo ferido mantenho os meus pés no chão
Não tem para onde fugir já estou aqui

Foram batalhas travadas por mim e por nós
Ninguém ouvia o som da nossa voz
Mas se insistir não desistir estou aqui

Ninguém vai mudar o que já foi escrito
Nem desatar o nó atado ao destino

Eu acredito em milagre
Sei que com fé eu posso prosseguir
Eu acredito em milagre
Certo ou errado esse é meu caminho

Existe uma saída
Descarregamos nossas armas
Matamos nosso próprio coração

Acreditamos em nossas próprias mentiras
Se a verdade não tem mais valor
Não há vitória sem sangue no chão

Ninguém vai mudar o que já foi escrito
Nem desatar o nó atado ao destino

Eu acredito em milagre
Sei que com fé eu posso prosseguir
Eu acredito em milagre
Certo ou errado esse é meu caminho

A vida é assim não tem explicação
Mesmo ferido mantenho os meus pés no chão
Não tem para onde fugir já estou aqui

Ninguém vai mudar o que já foi escrito
Nem desatar o nó atado ao destino

Eu acredito em milagre
Sei que com fé eu posso prosseguir
Eu acredito em milagre
Certo ou errado esse é meu

Ninguém vai mudar o que já foi escrito
Nem desatar o nó atado ao destino

Eu acredito em milagre
Sei que com fé eu posso prosseguir
Eu acredito em milagre
Certo ou errado esse é meu caminho

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Luana Camarah no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS