Cantada

Luan Santana

Luan Santana - Acústico


Pela luz do sol que me ilumina
Não existe nada mais que me fascina
Que te ver chegar

Com a pele bronzeada e a boca vermelha
E esse sorrisão de orelha a orelha
Vai me faltando o ar

Se esse sorriso for pra mim
Eu sou o cara que tem mais sorte no mundo
Azar de quem perdeu
Agora sou eu, quem vai te queimar no meu fogo
E amanhã vai ter de novo

E às nove da manhã
Quando você acordar
E se perguntar como foi? Como é?

A gente só saiu pra jantar e foi ficando
É que a gente só saiu pra jantar e foi ficando
A gente saiu e ficou pro café

Pela luz do sol que me ilumina
Não existe nada mais que me fascina
Que te ver chegar

Com a pele bronzeada e a boca vermelha
E esse sorrisão de orelha a orelha
Vai me faltando o ar

Se esse sorriso for pra mim
Eu sou o cara que tem mais sorte no mundo
Azar de quem perdeu
Agora sou eu, quem vai te queimar no meu fogo
E amanhã vai ter de novo

E às nove da manhã
Quando você acordar
E se perguntar como foi? Como é?

A gente só saiu pra jantar e foi ficando
É que a gente só saiu pra jantar e ficou pro café!

E às nove da manhã
Quando você acordar
E se perguntar como foi? Como é?

A gente só saiu pra jantar e foi ficando
É que a gente só saiu pra jantar e foi ficando
A gente saiu e ficou pro café

Pela luz do sol que me ilumina
Não existe nada mais que me fascina
Que te ver chegar

Compositor: Luan Santana, Dudu Borges & Jorge

Letra enviada por Fernando Jun Nakazaki

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Luan Santana no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS