A Lenda

Linn da Quebrada


Vou te contar
A lenda da bicha esquisita
Não sei se você acredita
Ela não é feia - nem bonita

Mas eu vo te contar
A lenda da bixa esquisita
Não sei se você acredita
Ela não é feia - nem bonita

Ela sempre desejou ter uma vida tão promissora
Desobedeceu seu pai
Sua mãe
O estado, a professora

Ela jogou tudo pro alto
Deu a cara pra bater
Pois pra ser livre e feliz
Tem que ralar o cu, se fuder

De boba ela só tem a cara
E o jeito de andar
Mas sabe que pra ter sucesso
Não basta apenas estudar

Estudar
Isto dá
Isto dá sem parar
Tão esperta essa bichona
Não basta apenas estudar

Fraca de fisionomia
Muito mais que abusada
Essa bicha é molotov
No bonde das rejeitadas

Eu tô bonita?
Tá engraçada
Eu não tô bunita?
tá engraçada

Me arrumei tanto pra ser aplaudida
mas até agora só deram risada
Abandonada pelo pai
Por sua tia foi criada
Enquanto a mãe era empregada
(alagoana arretada!)

Faz da tripa coração
Lava a roupa, louça e o chão
Passa o dia cozinhando
Pra dondoca e patrão

Eu fui expulsa da igreja!
(ela foi desassociada)
Porque uma podre maçã deixa as outras contaminadas
Eu tinha tudo pra dar certo
E dei até o cu fazer bico

Hoje meu corpo
Minhas regras
Meus roteiros, minhas pregas
Sou eu mesmo quem fabrico

Eu tô bonita?
Tá engraçada
Eu não tô bonita?
tá engraçada

Me arrumei tanto pra ser aplaudida
mas até agora só deram risada

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Linn da Quebrada no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS