Leonel Gomez
PĂĄgina inicial > L > Leonel Gomez > Cor de Sangue

Cor de Sangue

Leonel Gomez


SĂŁo cem anos de histĂłria nestes versos recontada
Começou lå na Silvero a paixão avermelhada
Se foi pra beira do rio, onde o Gigante cresceu
Ficando maior do que tudo, e em todo mundo venceu

1909 foi o pontapé inicial
De uma paixĂŁo cor de sangue, chamada Internacional
Pra quem desfaz do meu canto gaĂșcho e popular
Saiba que agora o Gigante vai começar a cantar

Inter, te amo pra sempre e grito até ficar rouco
Inter, posso até nesta vida ter fama de louco
Amor, marcado no rumo, no peito e dentro da alma
Paixão guardada em meu coração, que nunca se acaba

1909 foi o pontapé inicial
De uma paixĂŁo cor de sangue, chamada Internacional
Pra quem desfaz do meu canto gaĂșcho e popular
Saiba que agora o Gigante vai começar a cantar

Inter, te amo pra sempre e grito até ficar rouco
Inter, posso até nesta vida ter fama de louco
Amor, marcado no rumo, no peito e dentro da alma
Paixão guardada em meu coração, que nunca se acaba

Inter, te amo pra sempre e grito até ficar rouco
Inter, posso até nesta vida ter fama de louco
Amor, marcado no rumo, no peito e dentro da alma
Paixão guardada em meu coração, que nunca se acaba

Composição: Leonel Gomez E Zé Renato Daudt

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Leonel Gomez no Vagalume.FM

Mais tocadas de Leonel Gomez

ESTAÇÕES
ARTISTAS RELACIONADOS