Página inicial > MPB > L > Léo Pinheiro > Depois de mudo

Depois de mudo

Léo Pinheiro


Após Calípso o que virá no bojo da viola?
Após Calipso o que consola o oco do tambor que chora?

Que venha o beleguendengue dançando o merengue
Ronca o som da pororoca das mandas do norte
Vem o som do mamulengo meu xodó meu dengo
O som do toque tengulengo que não teve sorte

Após Calipso, quem cantará a língua lá do céu da boca?
Após Calipso, a ginga da cabocla
o pé no tombado da toca

A senha é o som desse batuque batendo no muque
Se secou água da fonte vai beber no mangue
A senha é o som desse repente no ranger dos dentes
Ao longe escuta o som latente o novo Big bang

Depois de mudo, o que será do som daqui
que a gente toca?
O choro e o riso de quem me provoca?
O doce amargo a dor maior que se suporta?
E o nome do Deus que me abrirá a porta?

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Léo Pinheiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS