Laylah Arruda
P√°gina inicial > Rap > L > Laylah Arruda > Humano Baldio

Humano Baldio

Laylah Arruda


Di√°logo passado
Homem e natureza. Harmonizado
Org√Ęnico, planta, colhe, come, sustenta a fome
Tem pra todo mundo
Terra tem de sobra
Vendo faz barulho
√Āgua que transborda
Transl√ļcida, √ļmida
Meandrante, abundante, constante
Lava corpo, alma, pele, sede, fé
Profetiza, mas n√£o adivinha
o que est√° por vir
M√°quina de construir
M√°scara de evoluir
Demolir, demolir

Morre cultura, monocultura
Girando o arado
Cabeça de gado
Pés e mãos atados
Por quem controla o preço do barril
Quando viu, nem viu
A lama veio e destruiu
Tsunami a montante
Como nunca se viu
Civil, correu, fugiu, partiu

Defronte a natureza é hostil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Se a consciência é volátil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Veneno em nossa terra tão fértil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Corrompe a vida desse doce rio
Humano Baldio, humano baldio, baldio

Tupinamb√°, Tupinikin, Guarani
Krenak n√£o bebe mais ali
Samarco marco de morte
Sem suporte
De pindorama pra Cabral
√Č veracruz
Aracruz conduz ao deserto verde
√Ārvore no seu quadrado
Pra fazer papel retangulado
Onde escrevem as leis
De quem? Pra quem? Por quem?

Defronte a natureza é hostil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Se a consciência é volátil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Veneno em nossa terra tão fértil
Humano Baldio, humano baldio, baldio
Corrompe a vida desse doce rio
Humano Baldio, humano baldio, baldio

Nos enterraram na selva de pedras
Nossa m√£o da terra, nossa m√£o da terra

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta m√ļsica

Ou√ßa esta√ß√Ķes relacionadas a Laylah Arruda no Vagalume.FM

Mais tocadas de Laylah Arruda

ESTA√á√ēES