Epitaph (tradução)

King Crimson

Epitaph


Epitaph


A parede em que os profetas escreveram

está rachando nas emendas

Sobre os instrumentos de morte

A luz do sol brilha brilhantemente

Quando cada homem é dilacerada

Com pesadelos e com sonhos

Será que ninguém colocar a coroa de louros

Quando o silêncio afoga os gritos


A confusão será o meu epitáfio

Enquanto me arrasto em um caminho rachado e quebrado

Se conseguirmos poderemos descansar e rir

Mas temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando


Entre os portões de ferro do destino

As sementes do tempo foram semeadas

E regada pelos atos daqueles

Quem conhece e que são conhecidos

O conhecimento é um amigo mortal

Se ninguém define as regras

O destino de toda a humanidade que eu vejo

Está nas mãos dos tolos


A parede em que os profetas escreveram

está rachando nas emendas

Sobre os instrumentos de morte

A luz do sol brilha brilhantemente

Quando cada homem é dilacerada

Com pesadelos e com sonhos

Será que ninguém colocar a coroa de louros

Quando o silêncio afoga os gritos


A confusão será o meu epitáfio

Enquanto me arrasto em um caminho rachado e quebrado

Se conseguirmos poderemos descansar e rir

Mas temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Chorar

Chorar

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Sim eu temo que amanhã estarei chorando

Chorar

Epitaph


The wall on which the prophets wrote

Is cracking at the seams

Upon the instruments of death

The sunlight brightly gleams

When every man is torn apart

With nightmares and with dreams

Will no one lay the laurel wreath

When silence drowns the screams


Confusion will be my epitaph

As I crawl a cracked and broken path

If we make it we can all sit back and laugh

But I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying


Between the iron gates of fate

The seeds of time were sown

And watered by the deeds of those

Who know and who are known

Knowledge is a deadly friend

If no one sets the rules

The fate of all mankind I see

Is in the hands of fools


The wall on which the prophets wrote

Is cracking at the seams

Upon the instruments of death

The sunlight brightly gleams

When every man is torn apart

With nightmares and with dreams

Will no one lay the laurel wreath

When silence drowns the screams


Confusion will be my epitaph

As I crawl a cracked and broken path

If we make it we can all sit back and laugh

But I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Crying

Crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Yes I fear tomorrow I'll be crying

Crying

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS