• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    T.A.M.B.O.R. B.A.T.U.Q.U.E. arrepia
    A A.F.R.I.C.A. ventila
    Ritmo contagiante
    Toda energia
    Convoca, mão bate no coro e invoca
    Nego canta no coro e provoca
    Corpo guia, mas e a alma quem toca
    Representando sempre a maloca
    Carente de cultura e grana
    Herdeiro dos escravo, do café e da cana
    Ouro africano no pescoço dos bacana
    Que ditaram a moral que hoje nos difama
    Língua européia e a origem africana
    Sofrimento, preto, terra sul americana
    Liberdade pra viver todo preto clama
    Bate tambor, resgatar a terra mama

    Tambor, sou descendente, minha gente chamou
    Sou dependente a magia encantou
    Que cada espírito guerreiro mandou

    Pra bater de JP e MPC
    Evolução pra vencer, como tem que ser
    Sem se render, ?????? que é nosso
    Fortaleço como posso, faço mais que entreter
    Entre ter identidade, perder dignidade, vou pela
    liberdade de ser
    O que sou, onde for, pra honrar, quem lutou
    Derramou sangue e suor pra resgatar o valor
    E a luta não acabou, infelizmente, ainda tem idéia
    errada pra bater de frente
    Tem que se acomodou e diz que tá contente
    Quem pensa diferente ainda não se contentou
    Destrói o tambor pra acordar minha gente, descendentes
    de quem era príncipe ou rei
    Resistente a gerações só madeira de lei, quebro
    correntes e grilhões da maneira que sei

    Tambor, sou descendente, minha gente chamou
    Sou dependente a magia encantou
    Que cada espírito guerreiro mandou


    O escuro das cores, na pele afro-descendente, herdeira
    das dores
    Nossa terra foi invadida, colonizadores
    Exploraram e destruíram nossos valores
    Mas nossa resistência vive e toca em tambores

    Pra celebrar, se lembrar, deixa ecoar, tudo que o grio
    (?) me conto
    No livro não tá, quem quis imitar
    Não virou, não calou, não comprou
    Meu orgulho incomodou!
    Quem não quer me ver bem

    Não consegue entender
    Orgulho não e racismo, não querer se render
    Partir de preocupações, tipo querer ensinar
    As próximas gerações a saber se defender

    Se depender de nos só fortalecerá,
    Cada um ensina um caminho pra prosperar
    Se for nós por nós, quero ver superar
    Na vitória, sinfonia de tambores pra comemorar

    Tambor, sou descendente, minha gente chamou
    Sou dependente a magia encantou
    Que cada espírito guerreiro mandou

    Entendi! Pensar mais em mim, né?!
    Vou tentar
    Não! Vou conseguir!

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Kamau

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.