Página inicial > Rap > K > Kamau > Carpe Diem

Carpe Diem

Kamau

Licença Poética (Experimentos Pessoais) (EP)


Ainda dá tempo de desistir
Mas ainda não cheguei, ao ponto de não saber
O que que eu tô fazendo aqui
Eu já me perguntei, mas já me respondi
Desde a primeira que escrevi, eu vi que nunca me escondi
"Onde está Wally" e um monte pra destrair
Quando acha cê pensa: "Como não me viu ali? "

Quem nunca se viu ali, num canto com uma lanterna
Tentando entrar num acordo pra velha disputa interna
E a pergunta é: O que te faz feliz? (Me diz)
Você ainda quer o que um dia quis?
Você ainda é o que um dia foi?

Já teve a chance de ser ou quis deixar pra depois
Tem coisa que não se adia mas não precisa correr
Nem sabe de quem, por quem, pra onde ou por que
E a felicidade ainda que tardia há de vir (Vai dizer)
Que graça teria a vida sem sorrir?
Vim ver, viver (Vencer)
O que eu puder de melhor nesse dia
(Carpe Diem) Hei de ver, há de ser
Como eu quiser pra que ao fim eu sorria

Eu sei bem que
Viver é um recorte do infinito
E eu tento, fazer com que o meu fique mais bonito
Um pedaço do mosaico, vai com jeito
Nem sempre existe o encaixe mais perfeito
Então lapido o que tenho na mão
Com o que tenho na mão
Carvão, diamante ou pedra sabão

E a definição de cada traço
Depende da pressão, da pressa ou da precisão
Paciência, cautela nessa decisão
Ser feliz é melhor que ter razão
Concordo e reitero, quero mais
Sabedoria e paz pra mudar, pra melhor meu lugar

Um canto pra cair, voltar quando partir
Pra pode acomodar quem vem pra ficar, ou quem só visita
Perdão é um dom que se exercita (Ó que fita)
Pra não guardar rancor onde o amor habita
Vim ver, viver (Vencer!)
O que eu puder de melhor nesse dia
(Carpe Diem) Hei de ver, há de ser

Como eu quiser pra que ao fim eu sorria
Aproveite, Viva!
Vim ver, viver (Vencer!)
O que eu puder de melhor nesse dia
(Aproveite o dia, aproveite o dia)
Hei de ver, há de ser (Se Deus quiser!)
Como eu quiser pra que enfim eu sorria
Obrigado!

"Dias melhores virão e possibilidades aparecem
Quando menos esperamos
Mudanças que vêm da noite para o dia D
Fazer o novo, diante de crises diárias e diários
Contando que o dia foi maravilhoso
Diante de lazeres, prazeres, dizeres
Ocupar com o que me interessa

Cortei as linhas invisíveis que me conduziam
Um corpo sem bolhas em volta
Impedindo a aproximação
Libertei-me do sofrimento
Hoje, eu vou degustar do tempo
Como um condenado que faz a sua última refeição"

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Kamau no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS