Página inicial > J > Junot > Johnny, O Bom

Johnny, O Bom

Junot


JOHNNY, O BOM

Junot

JOHNNY ERA UM CARA QUE SONHAVA ALTO.
DIZIA QUE ERA O BOM, MAS NÃO ERA NADA
AJUDAVA O PAI NA FABRICA DE DOCES
E A NOITE TOCAVA NUM CLUBE DE ESQUINA,
QUERIA SER CANTOR.

QUERIA SER UM ASTRO, CANTAR ROCK, TOCAR BLUES,
SER UM MEGA-STAR. QUERIA TER UM MUNDO DIFERENTE, TODO DELE, E QUE NÃO FOSSE VULGAR

SÓ QUE ELE CONHECE UMA GAROTA QUE NUNCA ANDOU DE METRÔ E ACHA QUE A VIDA É UM QUADRO NOVEAU,
UM POEMA DE ALAN POE.

O, O, O, I LOVE YOU, JOHNNY O BOM SE APAIXONOU.

POBRE JOHNNY, TRISTE FIM MEU DOCE AMIGO VIROU O QUE NO FUNDO NÃO ERA NÃO. SOFREU COMO UM CACHORRO QUANDO A MOÇA FOI PRA EUROPA. E NEM ESCREVEU, PORQUE CONHECEU UM PRÍNCIPE ALEMÃO.

QUERIA SER UM ASTRO, CANTAR ROCK, TOCAR BLUES,
SER UM MEGASTAR. QUERIA TER UM MUNDO DIFERENTE, TODO DELE E QUE NÃO FOSSE VULGAR.

SÓ QUE DE REPENTE O MUNDO DELE, DO ALTO DESABOU
VOLTA PRA CASA, CONHECE A MARIA, CASA, VIRA JOÃO.

O, O, O, I LOVE YOU, JOHNNY O BOM SE APAIXONOU (BIS)

MAS NÃO HÁ NADA ERRADO EM SER NORMAL,
TODO MUNDO É DIFERENTE, JOHNNY. (Duas vezes)

O, O, O, I LOVE YOU, JOHNNY O BOM SE APAIXONOU.
O, O, O, I LOVE YOU, JOHNNY O BOM CASOU E MUDOU.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Junot no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS