Minha Sina

Juliano Cezar

Esquecer Não Dá


Vou por ai como um cigano sem destino
Um andarilho solitário sem amor
Conheço essa terra de cima pra baixo
De baixo pra cima
Viver desse jeito sem paradeiro é minha sina

Ninguém espera ninguém
Reclamo a minha presença
Ninguém chora minha ausência
Meu coração não tem dono
E nessa estrada sem fim vou
Tocando em frente essa magoa
Quem sabe um dia o acaso traga
O amor que quero pra mim

Cai a noite e a solidão vem me abraçar
Ligo o rádio pra me fazer companhia
Acelero firme contra o vento e a chuva que cai
Na estrada deserta que me leva que me traz

Compositor: Maria da Paz

Letra enviada por lincoln greik dos santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Juliano Cezar no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS