Rios de Babilônia

Josué Rodrigues


As margens do rio de babilônia
Nos assentávamos e chorávamos
Nos lembrando de sião
Nos salgueiros que lá havia
Pendurávamos as nossas harpas
Pois aqueles que nos levaram cativo
Nos pediam canções

Como poderia nos senhor
Entoar teus cânticos em terra de estranhos
Pois nós estávamos cativos
E eles são hinos que falam de amor
Mas nós estávamos oprimidos
Oprimidos

E hoje não mais em prisões
Cantamos as nossas canções
Os belos cânticos de sião
As lindas canções de sião
Que falam o bondade, da misericórdia
Da fidelidade, do amor
Amor de Deus que em cristo Jesus
Nos libertou, nos libertou

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Josué Rodrigues no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS