Página inicial > J > Josino e Rafael > Maldito Corcel (Fuscão Preto)

Maldito Corcel (Fuscão Preto)

Josino e Rafael


Ontem, eu vi você passando
À noite em um Corcel Ii
Na hora, eu não senti nada
Mas, quase que morro depois

Tomei um táxi e segui
Aquele maldito Corcel
Fiquei chorando quando eu vi você entrando
Entrando em um motel

Vai, vai, Corcel
O seu destino é tão cruel
Vai ajudar jogar no inferno
A quem eu desejei o céu

Me disseram que ela foi vista com outro
Num fuscão preto pela cidade a rodar
Bem vestida igual à dama da noite
Cheirando a álcool e fumando sem parar

Meu Deus do céu, diga que isso é mentira
Se for verdade esclareça por favor
Daí a pouco eu mesmo vi o fuscão
E os dois juntos se desmanchando de amor

Fuscão preto você é feito de aço
Fez o meu peito em pedaço
Também aprendeu matar
Fuscão preto com o seu ronco maldito
Meu castelo tão bonito
Você fez desmoronar

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Josino e Rafael no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS