Página inicial > J > José Maia > Marcação

Marcação

José Maia


Marcação
Nesse entrevero de laço
Do pingo boleio a perna
Sopra o vento berra o gado
Parecendo coisa eterna
A indiada se desperta
É dia de marcação
Na fazendo onde vivo

Trabalhando de peão
Capataz pega-lhe o grito
Vamos peonada monarca
Pros machos todo o serviço
Pras fêmeas sinal e marca
Conversa com o castrador
Tenha cuidado parceiro
Touro que tem pedigree
Tu não capa deixa inteiro

Todo mundo cai na farra
Onde tem festa campeira
Se larga porteira a fora
Na estancias da fronteira
Fogoneiro vai gritando
Que a marca já está quente
E pra quem quer comer bagos
Tá na cinza minha gente

Indiada boena de corda
Na cucharra e toda a trança
Tanto a pé como a cavalo
No pealo levam confiança
Ao meio dia entrevero
Chimarrão trago e churrasco
E um bom gaiteiro tocando
Faz a indiada bater casco

Esta fazendo que falo
O patrão velho é boenacho
Marca um boi pra cada peão
E pro caseiro algum guacho
E se tiver algum ginete
Que vá calçando as esporas
Vai ter bolada no pêlo

Gineteada à campo fora
E o piticinho sogueiro
Brinquedo da gurizada
Corremos por rapadura
Tranquilo dando risada
E quando chega a tardinha
A mara

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Maia no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS