Tempo Feio

José Claudio Machado


Ala maula que tempito cabuloso
Nessa garoa galopeada de minuano
De quando em vez o temporal arrasta o toso
O que me salva é esse poncho castelhano
O ramenzone vai guapeando a chuva braba
E a cordeirada poco a poco encarangando
A várzea grande se estendeu num mato branco
Parada feia pra quem vive campereando

Tempo cerrado no sem fim das sesmarias
Vai me atrasando até as esquila das oveia
Que eu já não pego meus bagual faz uns seis dias
Já tô apostando que quase tudo veiaqueia
Minhas alpargata tão virada nuns tamanco
E eu não agüento mais usar bota de goma

Já trancei laço corda forte e barbicacho
Pro tropillero fiz uns dez buçal de doma
Ainda por cima a brasina vaca mansa
Foi se meter num manancial lá da invernada
Tirei a pobre na cincha do pingo mouro
Salvei o couro e as achúrias pra cuscada

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Claudio Machado no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS