Recoluta

José Claudio Machado


Corre as varas da porteira
Vem chegando a recoluta
Potrada de queixo roxo
Começo de lida bruta
Mouros, zainos e gateados
Picaços e doradilhos
Grito de forma cavalo
Serviço para o lombilho

Desde do preparo de doma
Rédea, cabresto e bocal
Maneia de tira teima
Espora, mango e buçal
Cincha de tento torcido
E um travessão de papada
Serigote retovado
De manotaço e dentada

Um baio ruano escolhido
Para o peão namorador
Crioulo solto de pata
Monarca escarceador
Pois traz na anca de pata
Um peçuelo de cantiga
Baio ruano preferido
Das prendas e raparigas

Não precisa pé de amigo
Nem precisa amanuncialo
É só cantar as virtudes
Da alma deste cavalo
Pode levar de a cabresto
O baio ruano falado
Mas nunca desacredite
Da força do seu estado

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Claudio Machado no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS