O Laço

José Claudio Machado


Distender-se céu afora como pudera este braço
Em busca das aspas, ágeis gaudérias quando disparam;
Que elo de ligação fecharia esse contato?
O laço é só movimento quando se rasga em armada
E canta no reboleio girando sobre o cavalo,
Até que parte ao destino que a mão libera em certeza,
Como uma cobra gigante em busca de sua presa.
Agora o laço é de golpe no entreparar do cavalo,
Montaria e perseguido por ele ficam ligados,
No seu metro medem forças o laçador e o laçado.
Que guapas são essas braças, esses tentos bem trançados,
Que têm a boca de ferro, longo corpo enrodilhado,
Para fazer cara-volta no touro mais afamado.
Quatro tentos resistentes que um dia foram do boi,
Hoje contra o boi se voltam no encalço do que se vai;
Unidos se multiplicam, trançados não partem mais.

Compositor: Mauro Moraes e Antonio Augusto Ferreira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Claudio Machado no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS