Página inicial > Regional > J > José Claudio Machado > Gineteada de Basto

Gineteada de Basto

José Claudio Machado


Cavalo aporreado, puxa pro palanque
Aperta os basto num pelado sem pelego
Vai a rédea na argola do bucal
E uns lacaço fora do tempo

Tem gente fabricando aporreado
Monta duas, três vezes abre a perna, sai de cima
Corta a cola, tira o toso
Depois manhoso, manda incluir na tropilha

Nem sempre, o ginete é domador
Ainda mais, quando a coisa vai mal
Passa a mão no rabicho
E até na cabeça do basto

Ginete que se presa e se garante
Numa pegada pra cima
Se vai ao cogote do potro
Com os pés calçados no estribo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Claudio Machado no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS