Não Mais Eu

José Barbalho


Foi a mão do Criador, que pois estrelas no infinito
E essa mão plantou em mim o amor
E logo esse amor brotou, e mais e mais se aprofundou
E assim o meu viver transformou.
Foi a voz do Criador que trouxe o mundo a existência
E essa voz falou-me com tanto amor
Filho dá-me o coração, não pude resistir então
O Seu convite eu aceitei
Sou feliz pois Jesus me salvou!

Não mais eu, mas Cristo vive em mim
E eis aqui a razão do meu canto
Não mais eu...
Minhas obras não tem nenhum valor
Pois Ele em mim habita
Não mais eu.

Foi o sopro do Senhor, que trouxe a vida ao ser humano
Sua imagem hoje quer moldar em mim
A cada dia vou mostrar, que Seu querer opera em mim
Da sua graça vou proclamar
Sou feliz pois Jesus me salvou.

Não mais eu, mas Cristo vive em mim
E eis aqui a razão do meu canto
Não mais eu, minhas obras não tem nenhum valor
Pois Ele em mim habita
Não mais eu.

Não por minhas próprias forças
Não por minhas próprias obras
Mas através do seu Espiríto
Cristo me fará vencedor!

Não mais eu, mas Cristo vive em mim
E eis aqui a razão do meu canto
Não mais eu
Não mais eu, mas Cristo vive em mim
E eis aqui a razão do meu canto
Não mais eu

Não mais eu, mas Cristo vive em mim
E eis aqui a razão do meu canto
Não mais eu
Minhas obras não tem nenhum valor
Pois Ele em mim habita
Não mais eu.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a José Barbalho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS