Quase Amor

Jorge Vercillo


Que poder é esse e o que é que eu fiz?
Que desejo é esse que eu sempre quis?
Fez-se paraíso dentro de mim
Mas choveu granizo no meu jardim

Era um quase amor, tipo casual
Atravessa a dor e não fica mal
Eu fui condenado sem ter juiz
Me senti culpado de tão feliz

Um físico desafiou:
"Como que o sentimento pode o tempo atravessar"
Um cínico dissimulou:
"Isso vai passar..."

Um místico profetizou:
"Tava no seu caminho escrito e não se apagará"
Um lírico poetizou:
"Dá pra ver no ar!"

Era um quase amor, tipo casual
Atravessa a dor e não fica mal
E eu fui condenado sem ter juiz
Me senti culpado de tão feliz

Um místico profetizou:
"Tava no seu caminho escrito e não se apagará"
Um lírico poetizou:
"Dá pra ver no ar!"

Isso é pra usar, é de sinceridade
Eu morro de pensar, vivo na vontade
Mas se o que você diz já não é verdade
Que maldade...

Compositor: Jorge Vercilo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge Vercillo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS