Ciclo Milenar

Jorge Vercillo

Warner 30 Anos: Jorge Vercilo


Final de século, a constância
é o movimento de mudança
Os signos da modernidade
são velozes e atonais
Teu encanto de sereia,
meus castelos de areia destruí
Sua cara de criança
não dá medo nem esperança,
mas sorri, mas só ri


Essa maldita insegurança
sangra, sangra e não estanca
Me refugio em tantos filmes, livros
pra esquecer de ti
Cabeceiras e espelhos,
analistas - travesseiros meus irmãos
Parabólicas me trazem
num mosaico de imagens,
solidão, solidão...

Claridade na janela
deixa entrar
Está na hora de acordar,
coragem!
Pra brilhar na escuridão
de um novo ciclo milenar, milenar...

Compositor: Jorge Vercilo E Maurício Mattar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge Vercillo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS