En Nombre Del Amor (tradução)

Jorge Rojas


Em nome do amor


Vento que voa feliz liberdade

e eu queria ser uma luz para chegar no par


Retrato da infância aperta meu coração

deslumbrado ontem Eu não consigo ver o sol


feridas sangrando solidão amanhecer

Eu não culpo você ama ou não me ama mais


Coward como o gemido dos quais deve chorar

culpar por sua traição em nome da amizade


olhou no aura lunar, inspiração inerte

para me encorajar a sentir boêmia no coração


A geografia não é terra comunal

mas aqueles que semeiam no final a verdade


A guerra não faz a paz em nome do amor

você não precisa de ganhar com a sua carne para canhão

En Nombre Del Amor


El viento vuela feliz hacia la libertad

y yo queriendo ser luz para ponerme a la par


Retrato de la niñez me aprieta el corazón

encandilado de ayer no alcanzo a mirar el sol


Me duele el amanecer sangrando soledad

no he de culpar al amor ni a ti que no me ames más


Cobarde como el gemir del que debió llorar

la culpa de su traición en nombre de la amistad


Busqué en el aura lunar, inerte inspiración

para animarme a sentir bohemia en el corazón


La geografía del bien no es tierra comunal

sino de aquellos que al fin sembraron con la verdad


La guerra no hace la paz en nombre del amor,

que no hace falta vencer con tu carne de cañón.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS