Saco de Gato

Jorge Guedes e Família


São pedro eu venho de longe
Lhe peço licença para desencilhar
Lá da terra adonde eu vivo lhe digo
Amigo não dá pra agüentar
É um engolindo os outros chega
Dá até nojo da gente falar
O dinheiro corre tanto
Que só os gatunos conseguem pegar

O salário anda tão baixo que lhe digo amigo inté nem inflói
Se trabalha pela bóia a ainda se passa fome
Isso é o que mais me dói
Venho lhe pedir uma mão
Para proteger o rio grande porque ele se vai
Bamo ensacar esses gatos
E atar bem a boca e soltar no uruguai

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge Guedes e Família no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS