Ébrios

Jorge Guedes e Família


Descrever um porre
É cambalear no teatro dos bares
Conhecer artistas etílicos
Enciclopédias iluminares

Incorporar tribunos ilustres
Políticos de papelão
Cornudos inconsoláveis
E chatos de ocasião

Poetas inesquecíveis
Mentirosos de tom vários
Cantadores de versos xucros
Borrachos e solitários

O porre é universal
Um rico bêbado
É levado para casa
Pelos amigos
Um pobre bêbado
Geralmente é conduzido
Democraticamente
Pela policia a ''pau''

Navegar no copo
É um habeas corpus para as pulsações
Para todos dizerem o que quiserem
Sem compromisso com as instituições

O auge do porre é na madrugada
Pode berrar que o mundo é lindo
Cambalear na rua e vomitar o pastel
Pois os puritanos estão dormindo

O porre é universal
Um rico bêbado
É levado para casa
Pelos amigos
Um pobre bêbado
Geralmente é conduzido
Democraticamente
Pela policia a ''pau''

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge Guedes e Família no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS