Página inicial > Romântico > J > Jorge e Mateus > Depois do jantar

Depois do jantar

Jorge e Mateus

Como Sempre Feito Nunca (Ao Vivo)


Perdoa as coisas que eu falei
Foi o ciúme eu nem pensei
Que pudesse te deixar assim
Essas flores são pra me desculpar
Ou pelo menos tentar
Dizer que aqui...

Não ficou ressentimento
Foi mágoa de momento e passou
Só o desejo que não passa
Ultrapassa os limites que eu dou
Use aquele perfume
Passe aquele batom
9 horas passo ai pra te pegar
Sentir seu cheiro bom

Depois do jantar ficar bem coladinho,
Gostosinho e matar a fome do seu beijo,
Meu desejo é te amar, te amar.
Depois do jantar
A fonte que não seca volta a reinar
Amor que é eterno e não se apaga fora do normal,
Eu e você não tem nada igual

Letra enviada por Mônica Feix

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge e Mateus no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS