Bom de Fole

Jorge de Altinho


Empurre o dedo, saculeja e puxa o fole
Não seja mole e bote o sol pra derreter
Se a sanfona, o triangulo e o pandeiro
Estão batendo no zabumba eu vou bater

Eu vou bater e um cabra macho bom de fole
Lá vai tocar nesse pagode até cansar
O cabra mole pelo jeito ele não pode
Tocar sanfona até o dia clarear
Deixa a moçada se acabar no rela-rela
Esquenta a goela com cachaça até queimar
Nesse batuque levanta a terra do chão
Deixe o vestido da morena levantar










***************************
Enviado por:

Luiza - Rio de Janeiro

Compositor: (bastinho Calixto – Gebardo Moreira)

Letra enviada por LuCunha

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge de Altinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS