Página inicial > Samba > J > Jorge Aragão > Iguais Nunca Mais

Iguais Nunca Mais

Jorge Aragão


O olhar de dois Samurais
Fiéis pagando pra ver
Manchete em todos jornais, é o fim do amor, pode crer
São temporais, vendavais que a gente tem que esquecer
Que é pra escrever nos murais
Iguais a nós, nunca mais

Duvido até de onde vim, quando me lembro de nós
Tão longe e perto de mim
Assim assim, meio a sós
Continuamos afim, trocentos anos após
Gritando pra quem for, até perder a voz

Refrão
O nosso amor é assim, leal a todas as crenças
Se bem que a gente anda meio abusando das ofensas

Letra enviada por Vitor Costa

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jorge Aragão no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS