Jokers
Página inicial > Indie > J > Jokers > Júpiter

Júpiter

Jokers


É sobre o medo que eu sou incapaz de descrever
(Sobreviver)
Sobre uma vida que eu não sou capaz de escolher
(Sobreviver)
Sobre pessoas que querem ditar o que vou ser
(Sobreviver)
Sobre um ponto que abriga a insensatez
(Sobreviver)
Sobre a maldade que domina muitos de vocês
(Sobreviver)
Sobre ser livre sem temer o ódio e suas leis
(Sobreviver)

Sou o espaço em pedaços
Sou a imensidão
Sou o medo que me assombra
Sou minha prisão
Somos muitos que no escuro brilham mais que o sol
Bem maiores que os gigantes
Somos um farol!

Quem irá dizer que não vamos responder?
E que essa humilhação é só nossa obrigação!
Quem irá dizer que não vamos responder?
E que essa humilhação é só nossa obrigação!

A noite sempre cai e o frio sempre acorda
A tua má intensão bate na minha porta
As palavras certas, elas podem machucar
O mesmo tanto que um simples e sereno olhar
Me deixa dormir
Me deixa sonhar
Me deixar viver
Me deixa acordar
Não acabe com a minha esperança
De um dia poder levantar
Olhar pela janela
Sentir a brisa calma
E escutar o canto do sabiá
Tantas noites sem poder falar
Sentindo o peso do ar
Respirando bem fundo
E o mundo poder carregar
Enchendo o pulmão
Mesmo sem ter e poder respirar
Meu oxigênio são letras
Sobre um futuro que ainda virá
Porque eu não sou mais um homem no espaço
Deixei de jogar palavras na imensidão do vácuo
Levantei do chão
E de tanto lutar, já vejo a solução!

Quem irá dizer que não vamos responder?
E que essa humilhação é só nossa obrigação!
Quem irá dizer que não vamos responder?
E que essa humilhação é só nossa obrigação!

Compositor: Gabriel Shadd, Isaac Martins

Letra enviada por Jokers

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jokers no Vagalume.FM

ESTAÇÕES