Vivo

Joier Mc


Eu sou poeta, sou amor nas letras
Peso dos graves, verdade na caneta
Sou tudo aquilo que um dia eu sonhei em ser
Lute não a dia ruim a questão é saber vier

Paz, amor, lealdade
Arvores de bons frutos, sempre vão brotar felicidade
Nem todo mundo é falso né, pera
A lealdade estar dentro de quem você menos espera

O mundo não é tão ruim, como muitos dizem
A felicidade se encontra nas coisas mais simples
Vai tomar banho de mar, fumar um
Não se importe deixe falar

Esqueça os problemas ao redor
Se ame mais, se sinta cada vez melhor
Se julgar tu seras jugado irmão
Então não plante o que você não quer colher!

Vivo ô ô ô
Num mundo
Que não merece
Minha lucidez


Eu percebi, que eu precisava da paz
Fui buscar, é... eu fui atrás
Eu encontrei... ela tava bem escondida
Entre o papel arroz e a fumaça que subia

Meu estilo? não define minha moral!
Posso andar engravatado e continuar um marginal
Tudo tem o seu momento certo
Tropeça no caminho quem se acha muito esperto

Faça o bem, só o bem amigo
Assim Jesus ficara alegre contigo
Acredite no teu sonho e vai
Eu acredito que tu pode ser mais

Acreditei e meu sonho foi realizar
Errado é querer amor sem mesmo querer amar
Mãe desculpa não é o que você sonhou?
Esse é meu sonho e atrás dele eu vou!

Vivo ô ô ô
Num mundo
Que não merece
Minha lucidez

Compositor: Jolberth Ribeiro (Joier)

Letra enviada por Joier Mc

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Joier Mc no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS