Página inicial > Jovem Guarda > J > Johanna's > Linha de Saída

Linha de Saída

Johanna's


Linha de saída

Os fins dos tempos estão se aproximando,
Os meus fins dos tempos já chegaram, e estou enlouquecendo.
Eu sei que vou me matar,
É algo que tenho certo em meus pensamentos.
Apenas agora tenho que escolher uma arma,
Um veneno, uma saída desse momento.
Querer morrer não é enlouquecer,
É ser sensato, é antecipar o que estar por vir.
E faço isso não por que sou uma pessoa triste, sozinha, iludida...
Mas por que não tenho outra saída.
Não tenho nada e o pouco que tenho quero eu mesma tirar,
Quero eu mesma terminar.
Magoar as pessoas é apenas o que sei fazer.
É simples, é engraçado, me chamarem de estranha,
Não me perguntam a origem de tanta tristeza.
Julgam-me sem saber,
Jogam-me culpas sem me perguntar um por que.
Eu sou assim, permanecerei assim, morrerei assim!
Não venha depois com seus lamentos e pedidos de perdões.
A culpa é tão sua quanto minha,
Mas sei, apenas hoje sei, que assim melhor viverei.
Em um cemitério, enterrada, e sendo pela terra devorada.
Não sou louca, não sou impulsiva,
Sou apenas um ser humano, que encontrou uma saída!

Compositor: Yara

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Johanna's no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS