O Escorpião Escarlate

João Penca & Seus Miquinhos Amestrados


Verdade ou mentira é pergunta no ar
Depois de entrar na mira não há um pra contar
O aviso é fatal, pior que xeque-mate
É o rei do mal, o escorpião escarlate
A noite seu domínio tem o lar no rochedo
Seu paladar sanguímeo até o Diabo tem medo
Só existe um homem pra ruir seu império
Restaurar a ordem e acabar com o mistério
Ele é um anjo
Ele é um anjo

Seus punhos são de aço e olhar de felino
Bandidos têm cagasso de cruzar seu destino
Quando o criminoso manda a curriola
Não fica nervoso é só sacar a pistola
Os brotos não parecem ter noção do perigo
Pra ter o seu amor suportam todo o castigo
Ele é divino esperto, genial
É o paladino 100% nacional
Ele é um anjo
Ele é um anjo

Seus punhos são de aço e olhar de felino
Bandidos têm cagasso de cruzar seu destino
Quando o criminoso manda a curriola
Não fica nervoso é só sacar a pistola
Os brotos não parecem ter noção do perigo
Pra ter o seu amor suportam todo o castigo
Ele é divino esperto, genial
É o paladino 100% nacional
Ele é um anjo
Ele é um anjo

Ele é um anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
Anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
É um anjo
Ele é um anjo
Anjo
Anjo
Anjo
Ele é um anjo
Ele é um anjo
É um anjo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a João Penca & Seus Miquinhos Amestrados no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS