• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum Só Modão
    Só Modão
    Ouvir álbum completo Só Modão Ano de lançamento: 2010Som Livre
    x
    Ver discografia completa »
    Play
    PLAY

    Canoeiro

    Domingo de tardezinha eu estava meio a toa
    Convidei uns companheiros pra ir pescar na lagoa
    Levamos rede de lanço...
    ai, ai, fomos pescar de canoa!
    Eu levei meus apreparos pra dá uma pescada boa
    Saímos cortando água na minha velha canoa
    A garça avistei de longe...
    ai, ai, chega perto ela voa
    Fui descendo rio a baixo, remando minha canoa
    Eu entrei numa vazante, fui sair noutra lagoa
    É o remanso do Rio Pardo...
    ai, ai, onde o pintado amontoa
    Pra pegar peixe dos bons, dá trabalho e a gente soa
    Eu jogo timbó na água com isso o peixe atordoa
    Jogo a rede e dou um grito...
    ai, ai, os dourados amontoa
    O rio estava enchendo muito, tava cobrindo a taboa
    Acompanhei a maré, e encostei minha canoa
    Cada remada que eu dava...
    ai, ai, dava um balanço na proa

    Peito Sadio

    Foi as quatro horas da manhã, meu cachorro de guarda
    latio, levantei para ver o que era,
    E vesti meu casaco de frio, então vi que chegou um
    mensageiro, amuntado num burro turdio,
    Apiou e me disse bom dia, e o borso da bardana ele
    abriu, uma carta o rapaz me entregou e
    de novo amunto e na estrada sumiu...

    Dei a carta pro meu irmão lê, ele leu e me olhando
    sorriu é convite pra nós ir na festa,
    Vai haver um grande desafio, o meu pai já correu no
    visinho, foi chamar o vovô e o titio, nois
    Chegamos a pular de contente, lá em casa ninguém mais
    durmio, pra quebrar aqueles
    Campeonato, nem com sindicato ninguém conseguiu...

    Violeiros que mandou convite, moram lá do outro lado
    do rio,eles pensando que nós não vai lá
    Mais nós "semos" "cabocro" de brio, a peteca aqui do
    nosso lado, por enquanto no chão não
    Caiu, quando nós "cheguemo" no catira, os mais fracos
    na hora sumiu, só "cantemo" moda de
    Campeão e os "tar" que era bão nem sequer reagiu...
    "
    Perguntei para o dono da festa, onde foi que o senhor
    conseguiu, esses "tar" violeiro famoso,
    Que as moda de nós engoliu, o festeiro ficou
    pensativo,e mordeu no cigarro e "gupiu",vocês
    São dois "cabocro" batuta, que falou pode crer não
    mentiu, teve algum que canta experimentou,
    Mais o peito falhou e a voz não saiu...

    As violas nós faz de encomenda, nosso peito é tratado
    e sadio, já "cantemo" três noites
    Seguidas,e as moda nós não repetiu, quem repete é
    relógio de igreja, e o triste cantar do
    Tizio, e agora com esta vitória, "inda" mais nossa
    fama subiu, e vocês não devem descutir,
    Se viemos aqui foi vocês que pediu.

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de João Neto & Frederico

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.