Último Café

João Mineiro e Marciano

De a A Z: João Mineiro & Marciano


Depois de uma noite sentamos à mesa
Perfeitos amantes no café da manhã
Os dois tão felizes vibrando de amor
Dois seres amigos e almas irmãs

Depois levantamos, trocamos um beijo
Porém de repente uma palavra a mais
Nós dois discutimos e tudo acabou
Não sei o que faço, não sabe o que faz

Crianças amantes, amor inocente
Assim parecemos, então terminou
Agora sofremos a mesma saudade
Lembranças invadem memórias de amor

A última vez foi naquela manhã
Beijei os seus lábios com desejo até
Que triste final de uma grande aventura
A última jura naquele café

Nós fomos amantes e somos estranhos
Nós quase vencemos, estamos perdidos
Você prometia ser minha pra sempre
Eu até pensava em ser seu marido

E naquele dia nós amanhecemos
Ainda me lembro, cobertos de amor
Depois nos serviram o último café
A marca que fica é de quem não ficou

Crianças amantes, amor inocente
Assim parecemos, então terminou
Agora sofremos a mesma saudade
Lembranças invadem memórias de amor

A última vez foi naquela manhã
Beijei os seus lábios com desejo até
Que triste final de uma grande aventura
A última jura naquele café

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Darci Rossi, Marciano e Djalma Chaves

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a João Mineiro e Marciano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS