Página inicial > Forró > J > João do Vale > Minha História

Minha História

João do Vale


Seu moço quer saber, eu vou contar num baião
Minha história pra o senhor, seu moço, preste atenção

Eu vendia pirulito, arroz doce e mungunzá
Enquanto eu ia vender doce, meus "colega" iam estudar
A minha mãe, tão pobrezinha, não podia me educar
A minha mãe, tão pobrezinha, não podia me educar

E quando era de noitinha, a meninada ia brincar
Vixe, como eu tinha inveja, de ver o Zezinho contar:
- O professor raiou comigo, porque eu não quis estudar
- O professor raiou comigo, porque eu não quis estudar

Hoje todos são "doutô", eu continuo joão ninguém
Mas quem nasce pra pataca, nunca pode ser vintém
Ver meus amigos "doutô", basta pra me sentir bem
Ver meus amigos "doutô", basta pra me sentir bem

Mas todos eles quando "ouve", um baiãozinho que eu fiz
Ficam tudo satisfeito, "bate" palma e "pede" bis
E diz: João foi meu colega, como eu me sinto feliz
E diz: João foi meu colega, como eu me sinto feliz

Mas o negócio não é bem eu, é Mané, Pedro e Romão,
Que também "foi" meus colegas, e "continua" no sertão
Não puderam estudar, e nem "sabe" fazer baião
Não puderam estudar e nem "sabe" fazer baião

Compositor: Raimundo Evangelista, João do Vale

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a João do Vale no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS