Página inicial > MPB > J > João Bosco > Caça à Raposa

Caça à Raposa

João Bosco

O Bêbado e o Equilibrista


O olhar dos cães
A mão nas rédeas
E o verde da floresta

Dentes brancos, cães
A trompa ao longe
O riso, os cães
A mão na testa

O olhar procura
Antecipa a dor no coração vermelho
Senhoritas, seus anéis,
Corcéis e a dor no coração vermelho

O rebenque estala, um leque aponta: foi por lá!

Um olhar de cão
As mãos são pernas
E o verde da floresta

Ó manhã entre manhãs
A tropa em cima
Os cães, nenhuma fresta

O olhar se fecha
Uma lembrança afaga o coração vermelho
Uma cabeleira sobre o feno afoga o coração vermelho

Montarias freiam
Dentes brancos
Terminou...

Línguas rubras dos amantes
Sonhos sempre incandecentes

Recomeçam desde instantes
Que os julgamos mais ausentes

A recomeçar, recomeçar
Como canções e epidemias

A recomeçar como as colheitas
Como a Lua e a covardia

A recomaçar como a paixão
E o fogo e o fogo...

Compositor: João Bosco E Aldir Blanc

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a João Bosco no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS