The 33rd of August (tradução)

Joan Baez


A 33 de Agosto


Hoje, thereâ? s nenhuma salvação, a Banda? s malas e ido embora

me deixou com meu centavo na minha mão

thereâ? sa grande multidão na estação onde o cego canta sua canção

Mas ele pode ver o que eles não podem entender


(Refrão)

É o trigésimo terceiro de agosto e Iâ? m, finalmente, tocar baixo

Oito dias desde Domingo me acha sábado obrigado


Uma vez me deparei com a escuridão, caiu de joelhos

mil vozes gritando no meu cérebro

Acordei em uma viatura, preso por vadiagem para baixo

Fora o meu celular tão certo como o inferno, parecia que a chuva


Mas agora Iâ? ve tenho meus sentimentos perigosos sob bloqueio e cadeia

Acho que matei minha natureza violenta com um sorriso

Embora os demônios dançou e cantou sua canção dentro do meu cérebro febril

Nem todos os meus Deus, como pensamentos, Senhor, se contaminaram


The 33rd of August


Today, there’s no salvation, the band’s packed up and gone

Left me standing with my penny in my hand

there’s a big crowd at the station where the blind man sings his song

But he can see what they cant understand.


(CHORUS)

Its the thirty-third of August and I’m finally touching down

Eight days from Sunday finds me Saturday bound.


Once I stumbled through the darkness, tumbled to my knees

A thousand voices screaming in my brain

Woke up in a squad car, busted down for vagrancy

Outside my cell as sure as hell, it looked like rain.


But now I’ve got my dangerous feelings under lock and chain

Guess I killed my violent nature with a smile

Though the demons danced and sang their song within my fevered brain

Not all my God-like thoughts, Lord, were defiled


Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS