Jauperi
Página inicial > Axé > J > Jauperi > Milagres do Povo (som Brasil)

Milagres do Povo (som Brasil)

Jauperi


Quem é ateu
E viu milagres como eu
Sabe que os deuses sem Deus
N√£o cessam de brotar
Nem cansam de esperar
E o coração
Que é soberano e que é senhor
N√£o cabe na escravid√£o
N√£o cabe no seu n√£o
N√£o cabe em si de tanto sim
√Č pura dan√ßa e sexo e gl√≥ria
E paira para além da história

Ojuob√° ia l√° e via
Ojuob√° ia
Xang√ī manda chamar Obatal√° guia
Mam√£e Oxum chora l√°grima legria
Pétalas de Iemanjá Iansã-Oiá ia
Ojuob√° ia l√° e via
Ojuob√° ia
Ob√°

√Č no xar√©u
Que brilha a prata luz do céu
E o povo negro entendeu
Que o grande vencedor
Se ergue além da dor
Tudo chegou
Sobrevivente num navio
Quem descobriu o Brasil?
Foi o negro que viu...
A crueldade bem de frente
E ainda produziu milagres
De fé no extremo ocidente

Ojuob√° ia l√° e via
Ojuob√° ia
Xang√ī manda chamar Obatal√° guia
Mam√£e Oxum chora l√°grima legria
Pétalas de Iemanjá Iansã-Oiá ia
Ojuob√° ia l√° e via
Ojuob√° ia
Ob√°

Toque-me Ogum e sentir√°s
que por ser negra a minha pele
é tão sutil, tão leve, tão leve,
leve como algod√£o, macio,
negue-me se for capaz
e n√£o destinguir√° jamais
que por ser negra
a noite é simplesmente bela...

Composição: Caetano Veloso

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta m√ļsica

Ou√ßa esta√ß√Ķes relacionadas a Jauperi no Vagalume.FM

Mais tocadas de Jauperi

ESTA√á√ēES
ARTISTAS RELACIONADOS