Página inicial > Black Music > J > Jattto > Inferno Literal

Inferno Literal

Jattto


Dia e noite, noites, dias
Poluição, acatalepsias
Deixam marcas
Queimam matas
(queimam matas
Deixam marcas)
Destroem suas vidas

Até onde vai o homem
Construir os seus exílios?
Aumentar temperaturas
E acabar com os seus filhos?!

Não corra pra guerra
Você sabe que é mortal
Nem mesmo os anjos que descem à terra
Escapam desse inferno literal

Não corra pra guerra
Você sabe que é mortal
Nem mesmo os anjos que descem à terra
Escapam desse inferno literal

Furacão, mil tsunamis
Confusão, tempestades
Lá trovão
Ali ciclone
(aqui trovão
Aqui ciclone)
Resultados das maldades

Queimaduras, insolações
Nem um inverno, só verões
Extrai petroléo
Queima óleo
(queima a pele
Cega os olhos)
Combustíveis das nações

Até quando vai o homem
Derreter o gelo velho?
Inundar as suas terras?
Construir mais cemitérios?!
Clima quente, morte à frente
De que vale a ciência
Se a humana consciência
Nada tem de consciente?

---

Até onde vai o homem
Construir os seus exílios?
Aumentar temperaturas
E acabar com os seus filhos?!
Até quando vai o homem
Derreter o gelo velho?
Inundar as suas terras?
Construir mais cemitérios?!
Clima quente, morte à frente
De que vale a ciência
Se a humana consciência
Nada tem de consciente?

Não corra pra guerra
Você sabe que é mortal
Nem mesmo os anjos que descem à terra
Escapam desse inferno literal

Não corra pra guerra
Você sabe que é mortal
Nem mesmo os anjos que descem à terra
Escapam desse inferno literal

Não saia da terra
Crie juízo
Garanta o sorriso
Dos meus filhos, dos teus filhos
Corra atrás do prejuízo
E devolva a liberdade
Da camada de ozônio
De viver em sua paz
Vá e pare pra pensar
Para que a dor do mundo
Possa então desopilar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jattto no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS