Jão
Página inicial > J > Jão > Clarão

Clarão

Jão

Pirata


Mas eu sou pirata
E hoje eu preciso ir

Casas e deuses,
Tudo que prende um coração tirano
No céu dessa praia
Me encontre e me beija
e a gente se esconde no escuro

Lembranças antigas
meninos, meninas
Num carro pro mar
Deixa acelerar

Eu sinto o vento
trazendo algo novo
que ainda vai nascer
Sobre o novo tempo maravilhoso
Pra ser quem a gente é

Que seja um segundo de liberdade
Um beijo nunca é em vão
E na noite sem brilho dessa cidade
A gente vai ser um clarão

E eu já não tenho tempo a perder
com aquilo que eu nunca fui
Na beira da praia
um lobo me chama e no meu olho ele diminui
Talvez o mistério de outros ventos
me traga de volta aqui
Mas eu sou pirata
e hoje eu preciso ir (Ir)

Eu sinto o vento
trazendo algo novo
que ainda vai nascer
Sobre o novo tempo maravilhoso
Pra ser quem a gente é

Que seja um segundo de liberdade
Um beijo nunca é em vão
E na noite sem brilho dessa cidade
A gente vai ser um clarão

Põe sua mão em mim, amor
Põe sua mão em mim
Põe sua mão em mim, amor
E deixe incendiar

Composição: Jão, Pedro Tofani, Zebu

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jão no Vagalume.FM

ESTAÇÕES